10/10/2019 - 16h55m

AUDIFISCO participa do Outubro Rosa e traz engajamento pelo combate e prevenção ao câncer de mama

Weslene Rocha  

Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente e tem a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. A mobilização visa também à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde, além de lutar por direitos como o atendimento médico e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade.

O câncer de mama é um tumor maligno que ataca o tecido mamário e é um dos tipos mais comuns, segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA. Ele se desenvolve quando ocorre uma alteração de apenas alguns trechos das moléculas de DNA, causando uma multiplicação das células anormais que geram o cisto.

Segundo o Instituto Oncoguia, diagnosticar o câncer precocemente aumenta significantemente as chances de cura, 95% dos casos identificados em estágio inicial têm possibilidade de cura. Por isso, a mamografia é imprescindível, sendo o principal método para o rastreamento da doença.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) das 11,5 milhões de mamografias que deveriam ter sido realizadas no ano passado, apenas 2,7 milhões foram feitas. A diminuição acentuada do exame é um fator de risco para milhares de mulheres e um alerta para a importância da campanha.

O movimento Outubro Rosa teve início no ano de 1990 em um evento chamado "Corrida pela cura" que aconteceu em Nova Iorque, para arrecadar fundos para a pesquisa realizada pela instituição Susan G. Komen Breast Cancer Foundation.

O evento ocorria sem que houvessem instituições públicas ou privadas envolvidas. A medida em que cresceu, outubro foi instituído como o mês de conscientização nacional nos Estados Unidos, até se espalhar para o resto do mundo.

A primeira ação no Brasil aconteceu em 2002, no parque Ibirapuera, em São Paulo. Com a iluminação cor-de-rosa do Obelisco Mausoléu ao Soldado Constitucionalista. A partir daí diversas instituições aderem à campanha todos os anos.

Neste ano, a AUDIFISCO – Associação dos Auditores Fiscais do Estado do Tocantins E o SINDARE – Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Estado do Tocantins, aderiram a campanha em forma de conscientização e combate ao câncer de mama. Convidamos a presidente da Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer de Palmas, Mônica Marques para apresentar a instituição que trabalha de maneira voluntária e que ajuda todos os anos centenas de mulheres tocantinenses, tanto em seus tratamentos como também em assistência básica a essas pacientes.

A Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer de Palmas é uma instituição sem fins lucrativos, formada apenas por voluntárias e trabalha na prevenção do câncer e na assistência aos pacientes carentes com câncer.

Segundo a presidente da instituição, atuando na prevenção, durante todos os meses do ano fazem-se exames preventivos gratuitos na sede da liga. “Fazemos o trabalho de prevenção também durante todo o ano através de panfletagem e abordagens em locais públicos falando da nossa instituição”, ela também conta que durante o ano, a Liga também realiza palestras em escolas, órgãos públicos, empresas e outros na medida em que somos solicitadas.

Neste mês, as atividades são intensificadas, mas todos os meses existe uma assistência ao pacientes carentes cadastrados na Liga. “Fazemos entrega mensal de cesta básica, kits de higiene, remédios e outros itens de necessidade material como roupas, calçados, etc”. A presidente conta que há também o atendimento dos pacientes com psicólogas, nutricionistas e fisioterapeutas, e o mais bacana é que todas essas profissionais são voluntárias.

Além do trabalho, toda a renda para manter a instituição vem apenas do trabalho das voluntárias e das doações, que geralmente acontecem em eventos, como chás, bailes, jantar, feijoada e outros. O artesanato também é um aliado, é feito durante todo o ano por voluntárias para serem vendidos nos bazares. “Eu digo que o artesanato da Liga é o artesanato que ajuda a salvar vidas”, conta a presidente.

Mônica Marques diz que os eventos promovidos pela Liga Feminina de Combate são sempre um sucesso com a ajuda de toda sociedade, porque conta com a ajuda de toda a sociedade. A Liga fica na quadra 203 Sul, AV-LO 05 APM 01 e atende de segunda a sexta-feira das 8hs às 12hs e das 14hs às 17hs, caso haja interesse em ajudar com trabalho voluntário ou com doações, o interessado pode entrar em contato pelo e-mail ligafemininato@hotmail.com ou pelo telefone, que também é Whatsapp (63) 99205-1648.


Com informações técnicas retiradas do site Roche.

© 2012 - AUDIFISCO - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare