28/05/2013 - 08h39m

Painelista critica adoção do importo sobre grande fortunas

 

O professor da Universidade Técnica de Lisboa ,João Ricardo Catarino, ministrou o painel “Imposto Sobre Grandes Fortunas - Desafios para Implantação”.

Catarino comentou sobre a adoção do imposto sobre as grandes fortunas em diversos países como: Portugal, Espanha, França, entre outros. Segundo o palestrante, em alguns dos países que adotaram a sobre taxa, foi inoportuno tributar na ocasião.

”Os países objetivaram aumento da alíquota do Imposto de Renda, oneraram o funcionário (pessoa física) e, embora sua renda seja desigual à renda de quem acumula uma grande fortuna, o Imposto de Renda tributa de forma desigual os seus contribuintes.” Ainda, assim, é melhor do que no passado, pois o governo tem controle sobre a renda como acontece com o recebimento do pensionista.

João Catarino é formado em Direito e mestre em Ciência Política pela Universidade de Lisboa e doutor pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas – ISCSP, da Universidade Técnica de Lisboa.

O painel contou com a coordenação do presidente da Audifisco/TO, Jorge Antônio da Silva Couto.

© 2012 - AUDIFISCO - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare